Bem-vindo ao Hotel L'Antoine de Paris

É no coração de um dos subúrbios mais pitorescos de Paris que se situa o hotel l´Antoine, na localização de um antigo convento do século XVII. Nas redondezas, várias oficinas de carpintaria tradicionais deram lugar às lojas de moda mais chiques, mas a atmosfera desse bairro anteriormente revolucionário e trabalhoso permanece animado. Serpenteado pelas suas inúmeras passagens pavimentadas e igualmente repleto de pátios interiores, o subúrbio de Saint-Antoine preservou o seu charme de antigamente. A dois passos da praça da Bastilha e não longe do famoso Marais, o hotel l´Antoine oferece um "pied-à-terre" **** a todos os visitantes desejosos de se envolverem na efervescência de uma capital moderna, sem fugir muito ao seu passado.

UM SERVIÇO DE PRIMEIRA QUALIDADE

Recentemente aberto, o hotel l’Antoine oferece todas as propostas e o conforto de uma estadia agradável.

  • Atendimento permanente 24 horas por dia, 7 dias por semana
  • Línguas faladas: inglês, alemão, espanhol, italiano, português, russo e japonês
  • 38 quartos contemporâneos de 12 por 30 m2, todo o conforto e com minibar
  • 1 cuarto para discapacitados, sob pedido
  • Lounge com bar self-service
  • Spa com sauna e fitness
  • Pequeno-almoço buffet ou no quarto
  • Possibilidade de serviço de refeição das 18h00 à 00h30
  • Serviço de receção
  • Serviço de lavandaria
  • Depósito de malas
  • Wi-fi gratuito

O ESPÍRITO DOS SUBÚRBIOS

A coerência da heterogeneidade! Por trás do seu paradoxo que resume perfeitamente a decoração do hotel l’Antoine, exprime novamente o talento rico de Christian Lacroix. O criador captou formidavelmente o espírito e a evolução do Faubourg (Subúrbios), para melhor fixar o hotel na sua história e na sua tradição artesanal através de um leque de detalhes.

Os retalhos dos mosaicos em cimento com padrões retro de múltiplas cores: pavimento com ripas de tonalidades diferentes; carpetes espessas; azulejos de parede do metro metalizados; papéis de parede e coberturas ilustradas; painéis de madeira ou de tecido; trompe-l’œil em larga escala; padrões florais, barrocos, arlequim, ranhuras em forma de pano, colagens como para álbuns, graffitis ou sobreposições; cores doces, ácidas, vivas, fluorescentes; cortinas de material têxtil natural ou de veludo sofisticado; móveis recriados, românticos ou contemporâneos, em madeira ou em metal.

Estes são apenas alguns dos elementos cuidadosamente selecionados por Christian Lacroix, que não se limitou a alguma fantasia, nem a alguma associação, por vezes, ousada, para compor o universo extravagante, necessariamente único e, no entanto, caloroso do l’Antoine. Um hotel inesquecível!

Ver mais